Atenção ao treinar no verão: exercícios intensos e muito calor não combinam

Foto: Getty Images

Foto: Getty Images

Com a chegada do verão, se exercitar ao ar livre pode exigir cuidados especiais. Sol intenso e temperatura elevada geram um estresse a mais para o corpo. Além dos cuidados com a proteção solar, outros fatores podem influenciar no seu rendimento. Até mesmo quem treina em ambiente fechado, como academia, deve manter hidratação e alimentação adequados.

Com o calor excessivo nosso corpo desidratada com mais facilidade, e praticar exercícios pode agravar os sintomas da desidratação. Sede, fadiga precoce, tonturas e sonolência são os primeiros sintomas que quem pratica atividade deve ficar de olho. Isso ainda pode vir associado à dor de cabeça e taquicardia quando a desidratação já está em nível médio.

Para continuar treinando durante os dias de calor, evite os horários de maior temperatura, entre 10h e 16h. Mantenha sua alimentação balanceada e a hidratação elevada. Água demais não faz mal. Evite se exercitar sob sol intenso, faça treinos mais curtos ou dê intervalos maiores. Se durante o treino sentir algum desses sintomas, pare imediatamente. Não faz mal algum diminuir a intensidade dos treinos para preservar sua saúde.

Fonte: Eu Atleta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *